Shih-Tzus – Informações essenciais

A menor raça originária do Tibet é o Shih Tzu;
O nome Shih-Tzu foi dado na China e significa “pequeno leão”;
Eles também ganharam o nome de Chrysanthemum canino, pois o pelo na face cresce por todos os lados, como as pétalas da flor;
Reza a lenda, os Shih-Tzus dormitavam na cama, nos pés de nobres chineses com o intuito de aquecê-los;
Shih-Tzu era a raça oficial da Dinastia Ming – Shih-Tzus foram queridos na China durante anos e anos, todavia especialmente no decorrer da Dinastia Ming;
Após a invasão inglesa na China, somente 7 fêmeas e sete machos da espécie continuaram vivos. Isto é, todos os Shih-Tzus modernos descendem destes catorze cães;
O Shih-Tzu possui o impressionante número de dezenove combinações de cores na pelagem;
O Kennel Club de Beijing, quando descreveu o parâmetro da raça Shih-Tzu, não economizou na licença poética. “A cabeça de leão, a face esférica como uma coruja, os olhos lustrosos de um dragão, a língua oval em forma de uma pétala de peônia, a boca de um sapo, dentes como grãos de arroz, orelhas como folhas de palmeira, o torso de um urso, as costas amplas como um tigre, a cauda de uma fênix, as pernas de um elefante, dedos como uma cadeia de montanhas, pelagem amarela como um camelo e o movimento de um peixe”;
O filme “7 Psicopatas e um Shih-Tzu” conta a história de um escritor de filmes que se envolve acidentalmente no submundo do crime de Los Angeles após seus amigos excêntricos raptarem Bonny, o amado Shih-Tzu de um gangster;
Celebridades que possuem, ou já possuíram, um Shih-Tzu: Dalai Lama, Beyonce, Bill Gates, Rainha Elizabeth, Mariah Carey, Colin Farell, Geri Halliwell, Nicole Richie.

A Origem do Shih-Tzu

guia-shih-tzus Formada possivelmente a partir do cruzamento dos pequenos cachorros sagrados tibetanos, com os antepassados do Pequinês moderno, a espécie Shih-Tzu foi levada para o continente europeu em torno de 1930 e, a partir daí, diversos exemplares foram desenvolvidos por todo o continente europeu.
Na fé budista, o Leão é tido como um animal-atributo da divindade e, em diversas imagens antigas, o próprio Buda está exposto próximo a um leão. Provavelmente, por este motivo, o Shih-Tzu, uma das raças com aspecto leonino, e que a própria nomenclatura em chinês significa leão, seja uma das espécies que até os dias de hoje é tão procurada em todo o território chinês.
Independente de muita gente se equivocar entre o Shih-Tzu e o Lhasa Apso, há uma sucessão de diferenças que distingue estas duas raças, a iniciar pelo seu nascimento. Independente de possuir suas bases inclusive no Tibete, a espécie Shih-Tzu foi desenvolvida na China, onde estes cães moravam nos palácios imperiais. Os primeiros cachorros foram levados ao ocidente após a China vir a ser uma república, ainda que a primeira importação da espécie pela Grã-Bretanha tenha sido registrada somente em 1931. O Kennel Clube Britânico concedeu o registro à espécie no ano de 1940.

Características do corpo do Shih-Tzu

O Shih-Tzu é um cachorro pequeno que pode ser de aproximadamente toda coloração. Os mais almejados são os que apresentam a testa e a ponta da cauda brancas. Seu pelo é longo no topo e denso embaixo. Quando o cão é mais velho, o subpelo deixa o pelo de cima com uma aparência glamourosa.
Seu crânio e sua cauda são erguidos, o que dá um ar confiante para a raça. Os olhos são escuros, enormes e circulares, inseridos bem separados, mas não proeminentes. O corpo é maciço e levemente extenso. Apresentam uma excelente constituição física por baixo da pelagem sedosa.
Os Shih-Tzus têm os olhos enormes, esféricos e com a expressão de lealdade e companheirismo. As orelhas são cobertas por um cabelo sedoso que se expande até as pernas da frente. Normalmente, seus dentes de baixo são mais proeminentes que os dentes superiores. Sua cauda é comprida, empinada e curvada para cima. A pelagem do Shih-Tzu praticamente não cai, assim esta raça é uma excepcional opção a quem é alérgico (rinite e similares).

O gênio da raça Shih-Tzu

temperamento-shih-tzus O Shih-Tzu é um cachorro bastante dinâmico, atento e amorável. É uma espécie considerada autossuficiente, mas amorosa. Os cachorros da espécie Shih-Tzu demonstram uma personalidade e temperamento que é fiel, afetuoso, alerta e extrovertida. Apesar de não ter sido criado para a finalidade de guarda, devido a sua natureza vigilante e elevado nível de atividade, é ainda por cima visto como um bom protetor.
O Shih-Tzu possui a tendência de ser gentil e amável. Devido a sua natureza primordialmente gentil, os espécimes desta espécie são mais condescendentes com crianças, animais e pessoas estranhas, e costumam fazer amizade com mais simplicidade. Em contrapartida, o cão da espécie Shih-Tzu é capaz de se aborrecer com naturalidade sempre que instigado, portanto, levando em consideração que certos cães são capazes de ser mais dominadores do que outros, é necessário um julgamento maleável nesta questão e um cuidado redobrado pode ser necessário na presença de criancinhas.
Apesar de serem conhecidos por seu comportamento relativamente autossuficiente, nem todos os cães da raça lidam da mesma forma com a falta do seu proprietário ou de toda a família. À medida que certos cães lidam com serenidade períodos mais extensos sem a presença da família, outros podem obter um temperamento excessivamente carente. Os cães bem instruídos desde cedo, em contrapartida, costumam ser ótimos amigos, agradáveis, extrovertidos, de temperamento sereno e equilibrado.

Privilégios de Ter um Cachorro Shih-Tzu

Indiscutivelmente, o Shih-Tzu chama muita atenção com sua presença, porte nobre e pelagem requintada. É impossível não enxergar e não se encantar por seu focinho amassado e pequeno, olhos pretos e amendoados, personalidade afeiçoada e leal.
Este parceiro por excelência, que um dia foi animal de estimação de imperadores chineses, gosta de ser o centro das atenções e ser carinhado. Muito cordial, feliz e brincalhão, o Shih-Tzu é, sem dúvida, uma das raças de cães mais doces e é recomendada para uma infinidade de donos, sejam eles principiantes, famílias com filhos ou pessoas solteiras.
Ele não é um cachorro de caça, não é um cão de guarda e nunca espere que ele será um hábil esportista ou atleta. Este pequeno cão tem um objetivo bastante nobre: usufruir a vida, ser amado e retribuir este sentimento, a todo o momento pronto para conseguir carinho. Terminantemente ele é um exímio cão de interior e de colo.
Independente do que você faça, ele estará lá do seu lado, pronto para toda situação. Caso você esteja exausto, ele irá tirar uma soneca com você; se estiver cuidando do quintal, ele irá estar inspecionando com toda a atenção. Independente de apresentar uma certa autonomia de caráter. Para ele, o importante é estar junto e participando. Com todo esse apego, é de se imaginar que ele não aguenta estar desacompanhado, por isso é fundamental ajudá-lo para que não desenvolva nervosismo de separação.

Distúrbios habituais do Shih-Tzu

Os cães dessa espécie geralmente são chamados cachorros braquicefálicos, que possuem focinho achatado, o que significa que poderão ter problemas de respiração de moderados a graves. São capazes de ter, desde ronqueiras e espirros, até apneia assim como infecções. Em determinados casos não bastante raros acontecem infecções de ouvido se não passarem por uma limpeza. É um cãozinho que tem predisposição à obesidade e é muito essencial que se trate dos dentes dele para prevenir problemas periodontais.
É crucial pentear o Shih-Tzu diariamente, o que deverá durar em média quinze minutos. Vale considerar ainda que você deverá possuir tempo para fazer isto e pentear o pelo irá manter o cachorro sempre formoso e delicado. Usualmente, a franja do Shih-Tzu é presa com a finalidade de evitar que os pelos da testa caiam em seus olhos.
Como é feito com todas as espécies, especialmente as que residem em apartamentos, é preciso cortar as unhas do Shih-Tzu uma vez que, caso fiquem bastante grandes, curvam-se para baixo dificultando na hora de andar, podendo proporcionar lesões nas patas.

Como cuidar de um Shih-Tzu

Uma das principais propriedades da espécie é sua pelagem abundante e exuberante, que conforme o padrão da espécie é capaz de ser de todas as cores. Mesmo assim, a fim de que se mantenha sempre gracioso, o Shih-Tzu exige cuidados especiais como escovações diárias, que previnem que os pelos se embaracem e formem embolados.
Um dos principais cuidados de preservação do pelo é que, antes dos banhos, ele seja desembaraçado, pois após o banho os nós que eventualmente se formarem ficam bem mais difíceis de serem removidos. Àqueles que não têm paciência de tomar conta de pelos longos, a alternativa é conservar o Shih-Tzu sempre aparado. E necessita-se evitar banhos constantes para que o pelo não resseque.
Qualquer cachorro, de qualquer raça, é capaz de desenvolver comportamentos destrutivos se estiver frustrado, sem praticar atividades físicas e sem viver uma vida balanceada. Exercícios diários, ainda que o cachorro não necessite gastar demasiada energia, são fundamentais.

Os Filhotes do Shih-Tzu

Os filhotinhos são bastante engraçados, mas assim como os adultos não admiram as brincadeiras mais estúpidas. Se tratando das crianças, as brincadeiras com os filhotinhos têm que ser supervisionadas sistematicamente a fim de que os cachorros não se firam.
Já que escovações farão parte da vida deles, devem ser acostumados o mais cedo possível ao ritual de beleza. Diversos filhotinhos de Shih-Tzu que estão se aproximando de um ano de existência, tendem a modificar de pelos. Durante esse tempo, eles perdem bastante pelo, por isso conserve a escovação diária. Fortuitamente, esta é uma conjuntura que dura aproximadamente três semanas.
O adestramento de disciplina deve ser iniciado o quanto antes, uma vez que um Shih-Tzu mal-acostumado na primeira infância, comumente, irá ser um cão bastante mimado e temperamental quando encontrar-se adulto.